Ligamos
para você
Tecnologia Assistiva: Guia Completo


Certamente você já deve ter lido, visto ou ouvido esse termo em algum lugar. E mesmo que não, é importante que saiba o que é, já que essa série de recursos impacta diretamente na vida de toda sociedade.

Com o avanço tecnológico, as pessoas com deficiência têm cada vez mais acesso à qualidade de vida e ao bem-estar. E a tecnologia assistiva existe exatamente para isso, melhorar a vida e rotina da PcD.

Quer entender como?

Vamos lá!  

 

O que é a Tecnologia Assistiva?

A tecnologia assistiva é uma área que condensa produtos, métodos e serviços que promovem a funcionalidade, visando a independência, qualidade de vida e inclusão de pessoas com deficiência.

Essa é uma área multidisciplinar, isso quer dizer que diversos profissionais de várias áreas atuam juntos para promover soluções práticas e úteis que promovam a autonomia da PcD. Esse ramo funciona através de recursos que podem ser itens, produtos e outros objetos que ajudem a manter as capacidades funcionais das pessoas com deficiência ou serviços, que auxiliam no uso e seleção dos recursos.

Esse espaço de conhecimento mantém uma série de categorias que atuam de formas diferentes, mas que buscam o mesmo fim, a ampliação da comunicação, mobilidade e integração da PcD na vida cotidiana.

 

Categorias

Pensando na organização da área, que agrega diversos recursos, foi estruturada uma categorização baseada nas diretrizes gerais do ADA (American with Disabilities Act), lei dos direitos gerais das pessoas com deficiência nos Estados Unidos. As categorias são:

1. Auxílio para a vida diária

São itens para a rotina diária, básicos para independência da pessoa com deficiência. São usados para comer, tomar banho, ir ao banheiro, entre outras atividades. Exemplo disso é o Fix Hand, que auxilia na mobilidade, pegada e controle de objetos.

2. Comunicação aumentativa e alternativa

Recursos, que possibilitam a comunicação expressiva e receptiva das pessoas com limitações de fala. Nesse caso, são utilizados pranchas de comunicação, vocalizadores e até aplicativos que viabilizam uma comunicação mais completa.


3. Recursos de acessibilidade ao computador

São alternativas que garantem o uso de aparelhos eletrônicos, como o computador, pela PcD. Exemplos disso são os teclados modificados, os sistemas de reconhecimento de voz e os equipamentos munidos com o sistema em Braile.

 
4. Sistemas de controle de ambiente

São sistemas que permitem que pessoas com dificuldades motoras tenham o total controle remoto de janelas, portas, segurança, cortinas, entre outros espaços da casa ou do trabalho.


5. Projetos arquitetônicos para acessibilidade

Projetos estruturais em diversos tipos de ambiente, que visam facilitar a movimentação e independência da PcD. Exemplo disso são as rampas, adaptação de banheiro, elevadores e outras estruturas.

 
6. Órteses e Próteses

São aparelhos que auxiliam na mobilidade e funcionamento de membros comprometidos por acidentes ou problemas congênitos. Esses itens visam auxiliar na limitação cognitiva. 


7. Adequação Postural

Adaptações para cadeiras de rodas ou outro local que visam a distribuição adequada de peso e conforto. Assentos anatômicos, almofadas, posicionados de coluna e outros diversos itens que deem suporte a coluna e posicionem corretamente o corpo estão dentro dessa categoria.


8. Auxílios de Mobilidade

São objetos que possibilitam a locomoção da PcD. Exemplo disso são as cadeiras de rodas, muletas, andadores e qualquer outro que permita a mobilidade pessoal.

 
9. Auxílios para cegos ou com visão subnormal

Recursos que auxiliam pessoas cegas ou com déficit na visão. Essa categoria inclui lupas, impressoras com pontos em Braile, animais de apoio, sistemas de aumento de tela, entre outros.

 
10. Auxílios para surdos ou com déficit auditivo

Equipamentos que permitem a inclusão de pessoas com déficit auditivo no dia a dia. Aparelhos para surdez, campainhas luminosas, sistemas de alerta tátil-visual são alguns exemplos disso. 


11. Adaptações em veículos

Adaptações que permitem a entrada, permanência e saída de conduções públicas e particulares. São elas, arranjos de pedais e rampas para cadeirantes em ônibus.

 

É uma verdadeira gama de recursos que servem não somente para facilitar, mas também para incentivar a participação das pessoas com deficiência no meio social. Mas quais são as vantagens de utilizar a Tecnologia Assistiva?

 

Benefícios

Além de melhorar a funcionalidade, a TA aprimora movimentos, permite o crescimento educacional e a sociabilização. Ela melhora a cada dia e com os avanços tecnológicos, temos novidades recorrentes dessa área tão necessária. Exemplo disso são os novos aplicativos que fazem a leitura de livros, cartazes, cardápios e até informações bancárias. 

Além de tudo, essa área possibilita inclusão social. Isso quer dizer que cada item, recurso e serviço visa incluir cada vez mais as pessoas com deficiência. 

A Tecnologia Assistiva permite uma maior troca de experiências, conhecimentos, amplia a qualidade de vida e mais que tudo, seu uso é uma ação que conscientiza.

 

 

Quer saber mais sobre a Tecnologia Assistiva?

O Eduardo Vieira, Fisioterapeuta, conversa um pouco sobre o assunto no quadro Você Sabia?

Clique e confira!




Receba Nossas NOVIDADES
© 2023 Ortho Pauher - Todos os direitos reservados. All Rights Reserved
Produzido pela Pixelato